Notícias 30/06/2010 - Quarta-feira

Pesquisa Florestal investe em Melhoramento Genético de eucaliptos

O Programa de Melhoramento Genético voltado para eucaliptos teve início em 2007, a fim de desenvolver materiais resistentes à geada e que fossem adequados à produção de celulose e/ou madeira serrada, já que são poucas as espécies com estas características. Neste mesmo ano, a gerência e um representante do setor de Pesquisa Florestal fizeram uma viagem até a Austrália, onde tiveram a oportunidade de conhecer dois grandes especialistas em eucaliptos de climas frios, que recomendaram algumas espécies para serem testadas na região de Guarapuava.

Partindo desta recomendação, instalou-se uma rede experimental com estas espécies. A partir destes testes será possível selecionar matrizes superiores adaptadas ao ambiente para produção de clones, garantindo a reprodução de árvores geneticamente idênticas. Como vantagens de plantios clonais pode-se citar: grande homogeneidade das árvores, facilitando as atividades silviculturais e de colheita e maior produção de madeira / ha.

Como fruto deste trabalho, após o primeiro ano de geadas severas, já temos algumas matrizes de Eucalyptus dunnii e Eucalyptus benthamii resistentes à geada, que estão sendo clonadas no Viveiro da Santa Maria, através da técnica de estaquiamento. Ou seja, enraizamento de brotos retirados das árvores matrizes. Além disso, existem dez matrizes selecionadas de Eucalyptus saligna, de onde espera-se coletar as brotações para clonagem ainda este ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


sete + = 14