Notícias 21/07/2008 - Segunda-feira

Parada de máquinas: investimentos em Tecnologia e Manutenção

Conforme Planejamento de melhorias, a Santa Maria faz uma parada geral anual de suas máquinas, no setor de papel, utilidades e geração de energia aproveitando para executar manutenção, melhorias e implementar novos projetos. Ela serve para a realização da manutenção minuciosa, nas máquinas de papel (MP I e MP II), nas caldeiras, nas usinas que envolvem unidades geradoras, linhas de transmissão e subestação de distribuição, que não podem parar totalmente em outras épocas do ano. Além disso, esse ano serão implantados novos projetos dos quais podemos citar: sistema de passagem de ponta MP II, automação integrada no sistema de preparo – filtragem – aplicação de amido MP II, inserção de dois cilindros secadores MP I, adequação de sistema de medição e faturamento de energia lado Copel entre outros.

Esta parada ocorreu entre 23 a 29 de junho, retornando a produção de papel no dia 30, às 14 horas. No período em que ficaram paradas, as duas máquinas de papel foram revitalizadas juntamente com suas áreas de apoio (caldeira II, turbo gerador e usinas hidrelétricas).

O projeto de automação da MP II está inserido no planejamento de paradas anuais, que foi dividido em sete fases, sendo que este ano estaremos iniciando a 5º Fase, devendo ser concluída em cerca de dois anos. Esta fase será a mais longa. Todos os controles de máquinas e processos serão inseridos nos controladores Metso DNA – considerados por especialistas como um dos sistemas de automação mais modernos e completos do mundo para máquinas de papel. Isso proporcionará maior confiabilidade no controle do processo e em todas as etapas da fabricação do papel, bem como a criação de histórico de variáveis (pressão, temperatura, vazão, nível etc.).

Na máquina I serão adicionados dois novos cilindros secadores, todos na região do 5º grupo secador, elevando a produção em torno de 5%. Já a máquina II, ganhará dois novos rolos em sua calandra, ambos automaticamente acionados, ao contrário de antes, onde apenas um era acionado. Todas essas melhorias devem gerar um aumento na vida útil do equipamento, o que possibilita um crescimento significativo, tanto na produção, quanto na qualidade do produto final: os papéis Santa Maria.

Nas fases anteriores foram obtidos excelentes resultados, entre eles: redução de variações de processo, maiores velocidade da máquina e disponibilidade operacional. Paradas curtas sempre são realizadas durante todo o ano e geralmente têm duração de 6 a 12 horas, para a realização de manutenção preventiva. Nestas manutenções são realizados ajustes e trocas de componentes, verificações in loco de equipamentos visando garantir uma maior disponibilidade operacional das máquinas.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*


oito − 7 =